O que a doação de órgãos e um hamburguer tem em comum?

Imagina descobrir uma doença que causa perda gradativa da visão até você enxergar apenas 10% do mundo à sua volta. Agora tente esperar mais de 1 ano para ter novas córneas por meio de transplante de órgãos? Indignação toma conta, certo?

E se você fosse a um restaurante e pedisse um hamburguer e recebesse o sanduíche sem a carne? Como se sentiria? Se não fizer a comparação com a situação acima com certeza ficaria bem p. da vida.

Mas o que a doação de órgãos e um hamburguer tem em comum?

Eu explico com essa campanha do restaurante Madero. Quando vi o vídeo desta campanha que fizeram a favor da doação de órgãos fiquei muito feliz.

Ao chamar o atendente para dizer que o sanduíche não tinha a carne os clientes recebem de volta uma caixa com uma mensagem:

“Se um hamburger faz falta no seu cheeseburger, imagina o quanto um órgão faz falta para quem precisa”.

Todo mundo ri, mas abre o espaço para o diálogo. E isso acontecesse com você? Assista com a família ou compartilhe nas mídias sociais. Ajude gerar a discussão.

Mais doadores, menor espera

Importante lembrar que hoje há mais de 60.000* pessoas à espera de transplante de órgãos compatível no Brasil. Compatível? São muitas variáveis analisadas até que se chegue um material viável.

Logo, quanto mais doadores houver no Brasil, mais chances esses pacientes tem de sobrevida.

Então converse com a sua família e diga que você é um doador. Aqui no Brasil são os familiares que decidem se os médicos podem dar início ao transplante de órgãos, tecidos e ossos.

Não levamos nada para o caixão e deixar tudo isso virar pó numa cremação é muito egoísmo.

A história que conto no início deste texto é inspirada num fato verdadeiro. Pense nisso.

*segundo informações obtidas no site Doe órgãos, doe vida
**agradeço à Vocali Comunicação Estratégica pelo material enviado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA * Limite de tempo esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.