Curiosidade

Café, seja preto ou com leite, para mim não pode faltar. Desde que acordo, dá-lhe café!

Outro dia comecei a me questionar de onde teria vindo o santo café que não vivo sem!
Pesquisando sobre o assunto (haja google!!!) descobri uma lenda acerca da descoberta dessa deliciosa bebida.

Reza a lenda que há muitos séculos atrás um jovem pastor de cabras, de nome Kaldi, observou que alguns de seus animais comiam frutinhos de uma planta e, logo após, manifestavam atitude eufórica, isso na Absínia, atual Etiópia.

Intrigado e imaginando que suas cabras estavam possuídas por forças malignas, Kaldi seguiu seu rebanho até a dita planta e acompanhou a refeição dos seus animais, que começaram a “dançar a luz da lua”.

Curioso, o pastor então se alimentou do café e assim como seu rebanhou começou a dançar, tornando-se o pastor mais feliz de sua região (olha o figura na fotinho ao lado). Pode-se afirmar, praticamente, que o Kaldi foi o precursor das nossas atuais festas de música eletrônica! Viva Kaldi!!!

Muito entusiasmado com a descoberta, o pastor contou para um monge sobre os tais frutos que o deixaram saltitante de felicidade. O monge, por sua vez, foi em busca da dita planta da felicidade e experimentou utilizar seus frutos em infusões, quando percebeu que a bebida o ajudava a resistir ao sono enquanto orava e nas extensas leituras que praticava.

Agora, papo sério, de acordo com relatos históricos as primeiras plantações de café tiveram lugar em monastérios islâmicos no Yêmen. (Vamos combinar que a lenda do pastor Kaldi e sua “viagem astral”, mucho loca, mastigando as frutinhas do pé de café até que tem um respaldo considerável, hein?!!)

Fonte: http://www.abic.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA * Limite de tempo esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.