Como escolher um bom café

Já que este respeitável blog também é cultura, trago ao conhecimento dos senhores uma excelente reportagem sobre os requisitos de um bom café.

Divirtam-se!!!

“Aroma, sabor, textura, adstringência. Estes termos estão aos poucos incorporando-se ao hábito do cafezinho. ”Estamos aprendendo a tomar um bom café”, justifica o corretor e degustador Marcos Aurélio Bacceti, da Bolsa de Mercadorias de Londrina. Mas de que forma o consumidor final pode beneficiar-se dos cafés de qualidade? Como escolher ou tirar melhor proveito desse produto?

”O primeiro fator na escolha é o preço. Cafés muito baratos com certeza não trazem grãos de qualidade”, afirma Bacceti. Ele admite que como o comum é comprar cafés já moídos, alguns dos critérios de seleção, como a qualidade dos grãos, não podem ser observados.
Outra dica é avaliar a embalagem. ”Quem investe em bons grãos vai com certeza ter também uma embalagem bem elaborada”, observa o degustador. Outra ferramenta importante é o selo da Associação Brasileira das Indústrias de café (Abic), lançado em abril do ano passado exatamente com a função de contribuir no esclarecimento do consumidor sobre os cafés de qualidade. ”As regras brasileiras de fiscalização ainda não são claras, mas há um compromisso da indústria em garantir uma boa bebida”, pondera Bacceti. O selo da Abic identifica outras características de qualidade, como o aroma, sabor, corpo, ponto de torra, moagem e tipo de bebida.


O café deve ser guardado em potes bem fechados, e longe de produtos de cheiro forte, pois ele rouba esses cheiros. A geladeira é um bom local. O mesmo cuidado vale para o coador, especialmente se for o tradicional coador de pano. As técnicas de preparo também influenciam, por isso, as dicas são utilizar água quente, próxima da fervura; preparar a quantia que se vai tomar – como isso nem sempre é possível, então, adoce o café na xícara. ”O açúcar fermenta o café meia hora depois de adicionado. O gosto do café doce na garrafa térmica fica terrível”, diz.
Depois, cada pessoa tem uma preferência (suave, tradicional, forte, extra forte), então o melhor é vasculhar as prateleiras dos supermercados e não ter medo de experimentar até encontrar uma marca que agrade o paladar. Lembre-se, temos excelentes opções de café no mercado. “

Célia Guerra

Fonte: www.cafedamasco.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA * Limite de tempo esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.